PALEÃO

Musica Moderna Paleão
1ºConcurso Musica Moderna
2ºFestival Musica Moderna
3ªMostra Musica Moderna
4ªMostra Musica Moderna
5ªMostra Musica Moderna
6ªMostra Musica Moderna
7ªMostra Musica Moderna
8ªMostra Musica Moderna
9ªMostra Musica Moderna
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Produção
Elaborado por
Livro visitas

 

8ª MOSTRA DE MÚSICA MODERNA DE PALEÃO

 

 

8ª Mostra Musica Moderna de Paleão

 

                       14 de Julho de 2007                      

 

 

Conceito Pele no myspace.com

Conceito Pele - Porto 

 

         Os Conceito:Pele surgiram em Fevereiro de 2006, constituídos inicialmente por Orlando Rocha, António Silva e Joel Meireles e depois de muito tempo a preparar temas e a aclarar ideias, iniciaram o seu percurso em Junho do mesmo ano.
         Juntam-se pela sede de música dos seus membros e nascem a partir de uma ideia; imaginem que sobre todo o nosso corpo há milhares de "nós" microscópicos, que percorrem a nossa pele e através dela decifram a história da nossa vida. O que descobririam eles? O que contariam sobre nós?
         De referir que a baixista que tocou na Casa do Operário já não faz parte da banda
.

 

 

Os Gully no myspace.com

Os Gully - Azeitão 

 

          Os Gully, de Azeitão, nasceram em Outubro de 2004 quando os guitarristas Nuno Lopes e João Lopes desafiaram o baixista João Carvalho para tocar. Este, que desde há muito tocava com o seu filho Duarte Carvalho, propôs para baterista o Duarte. Os ensaios iniciaram-se em fins de 2004, com um repertório baseado em temas dos Ramones. A 1ª formação da banda, a que os seus elementos decidiram chamar "Os Gully", ficou completa com a entrada de Vasco Lopes, irmão do Nuno, para vocalista.O primeiro concerto dos Gully teve lugar em 4 de Julho de 2005, nas Festas de Azeitão. No final do Verão de 2005, a orientação musical dos Gully, que na fase inicial se dedicavam a tocar apenas covers, mudou de rumo quando começaram a aparecer os primeiros originais compostos pelo João Lopes e pelo Duarte, sobre letras do Vasco, em português.
         A 1ª alteração na formação da banda ocorreu no início do Verão de 2006, com a entrada do Pedro Pereira, devido ao Vasco ter de ir trabalhar para o estrangeiro. O Pedro, inicialmente previsto para substituir Vasco nos concertos de Verão, passou a assegurar o lugar de vocalista. No fim do Verão, o fundador dos Gully, o Nuno, deixou a banda devido a "divergências estilísticas", tendo entrado Sérgio Gramaça, experiente guitarrista, que trouxe uma nova sonoridade para a banda. Pouco depois saiu também o Pedro, com dificuldade em compatibilizar os estudos universitários com o trabalho da banda. Foi mais difícil arranjar um novo vocalista que se enquadrasse no som e estilo da banda, mas o Pedro Veiga, actual vocalista, apesar da sua juventude, já tinha alguma experiência e adaptou-se muito bem, o que possibilitou desde logo a gravação da 2ª maquete, com a nova (e actual) formação, contendo 4 originais com nova mistura.
        A primeira apresentação ao vivo da nova formação da banda foi no Concurso Equalizador LX 2007 no Santiago Alquimista, em Lisboa.
Os Gully encontram-se a trabalhar novas músicas, à procura de poder levar o seu rock português sempre mais longe.

 

Lua Cadillac no myspace.com

Lua Cadillac - Lisboa 

 

Esta banda reuniu-se com a formação actual no princípio de 2005 quando se juntou ao grupo o baterista. Todos os membros têm experiência musical com outras bandas algumas das quais se evidenciaram num panorama mais alternativo nos anos 90 (Damage FanClub, Acid Flowers) e mais recentemente com um projecto (Sidhartha – Surien).O som e as influências são diversas passando por refrões distorcidos e gritados, por guitarras com cheiro de alucinação e uma poderosa bateria que enche os tímpanos de qualquer um “são conhecidos e registados vários casos de curas auditivas em pessoas que estiveram expostas ao som desta banda”.
Militantes, tanto na música como em muitas outras coisas boas da vida.

 

 

The Cynicals no myspace.com

The Cynicals - Coimbra

 

The Cynicals surgem em Coimbra, em Outubro de 2004, numa altura em que Coimbra floresce no panorama musical português. Juntaram-se para preencher a lacuna do rock britânico ao invés do americanizado das vizinhanças e, nas fronteiras que se quiserem abrir, levando aos ouvidos dos incautos um rock despretensioso e fluido, e à mente uma mensagem do mais pretensioso e satírico, como que num complemento aparentemente imiscível mas agradavelmente inevitável. As letras têm um papel crónico e crítico à sociedade e estilo de vida ocidental, com algumas farpas localizadas ao estilo de vida british, conseguindo aliar a subtileza a um género musical que vive do óbvio.
A maior parte dos seus membros provém já de outras bandas que fazem parte do cenário sonoro da região centro, algumas delas com concertos apresentados em palcos importantes, sendo que os restantes membros também estiveram envolvidos noutros projectos que infelizmente não chegaram a publico.
Em princípios do ano de 2005, gravam uma demo com 4 temas; três originais e uma versão dos Beatles.
Foram a banda mais “apreciada” nesta edição, razão por que, como “prémio”, viriam a actual em Setembro deste mesmo ano nas festas do Concelho de Soure (S. Mateus), abrindo para os Ez-Special.
De referir que da formação que actuou em Paleão já não fazem parte o baixista e o “front man” JMacías, passando JRebola a acumular as funções de guitarrista e vocalista.

 

 

Anonymous Souls  no myspace.com

Anonymous Souls - Santa Maria da Feira

 

Provenientes de Gião, concelho de Sta Maria da Feira, os “Anonymous Souls” entraram no activo em 2001 com uma sonoridade “trash-metal”. Depois de algumas trocas de elementos e da gravação da primeira demo em 2002, o colectivo gravou em 2005 o seu primeiro álbum, intitulado “Condolences”. Gravado e produzido por Daniel Cardoso nos Ultrasound Studios, “Condolences” apresenta uma sonoridade mais evoluída e madura onde a vertente Death/Trash melódico é a mais notória. O primeiro registo permitiu aos “Anonymous Souls” realizar inúmeros concertos pelo território Português, divulgando o nome e a sonoridade! No inicio de 2007, a turbulência atinge a banda quando o guitarrista Cristophe abandona o projecto no decorrer das gravações de um EP (que acabaria por não ser lançado). Felizmente a vaga foi rapidamente preenchida, sendo a formação actual composta por: André – teclas; Manu – Baixo; Miguel – Bateria; Ricardo – Guitarra; Dário – Voz e Rui - Guitarra. Em Julho de 2007 a banda realizou alguns concertos de apresentação do novo guitarrista, e deu início à composição de temas novos. Actualmente, a banda encontra-se em fase de gravação daquele que será o seu 2º álbum, denominado "Agony".

 

 

Banda vencedora foi:

 

The Cynicals - Coimbra

 

 

 

 

www.paleao.net ©  2001-2013  - Todos os direitos reservados